Além da motivação: use a força de vontade com inteligência

Podemos fazer muita coisa pela nossa motivação para estudar, sem esperar que ela caia milagrosamente do céu.

Mas será que dá para depender de estar sempre com a motivação em alta para aprender com eficiência no longo prazo? Descubra no vídeo abaixo!

Sem tempo para ver o vídeo? Leia a transcrição abaixo 🙂

Estratégias para usar sua força de vontade!

Opa! Tudo bem? Aqui é a Ana Lopes, do Mais Aprendizagem.

No vídeo anterior falei da importância de usar técnicas para manter sua motivação em alta, de forma que você consiga seguir os seus planos de estudos e alcançar metas mais ambiciosas e mais de longo prazo. Eu dei também uma dica que a galera adorou, de como aumentar sua motivação no seu dia-a-dia de estudo. Se você ainda não viu esse vídeo, sugiro que veja (http://www.maisaprendizagem.com.br/tempo-e-motivacao/)

Agora, podemos abordar toda essa questão da conquista de metas por uma outra ótica, que na verdade complementa a ideia de manter sua motivação em alta. A verdade é que não importa o que você faça para se manter motivado, em alguns dias vai parecer que o mundo está cinza. Nem motivação para tentar se motivar a estudar você vai ter. E ai? Como é que você se faz numa hora dessas? Essa é a dica que eu vou te dar hoje!

O segredo, na verdade, está na construção de hábitos. Por exemplo: seguir um quadro de horários para estudar, pode se tornar um hábito. Usar listas de tarefas organizadamente é um outro hábito, aliás, bem saudável para sua aprendizagem. Até mesmo uso de técnicas para aumento da motivação como aquelas das pequenas comemorações que eu ensinei lá naquele vídeo, pode se tornar um hábito.

O hábito na verdade é um mecanismo da natureza que libera o nosso cérebro do estresse de ficar tomando decisões a cada instante. O caso, é que para tomar decisões nós precisamos raciocinar, e raciocinar é uma coisa que toma muita energia do cérebro. Você certamente já experimentou esse fenômeno depois de uma aula de matemática “daquelas”.

Por outro lado, quando você age por hábito, quando você age por hábito você não precisa mais raciocinar porque você não precisa mais decidir nada, a decisão já está tomada no próprio hábito. Por exemplo: o que você faz quando levanta de manhã? Se veste, escova os dentes, toma café, em que ordem você faz essas coisas? Normalmente você já nem pensa mais nisso, não é? Justamente, porque você já está habituado, e isso é ótimo por dois motivos: primeiro, porque você guarda a energia que você precisa para tomar decisões mais importantes durante o dia. E segundo, e mais importante para quem precisa criar bons hábitos de estudo é o seguinte: quando você está agindo por hábito, você acaba executando aquela rotina mesmo que você não esteja muito a fim de fazer. Para dizer a verdade você nem para mais para pensar se você está afim ou não está. Você não para para pensar se você esta afim de levantar da cama, se prefere pão francês ou pão integral de manhã ou se você está afim de ir para o trabalho. Você vai e pronto! E ainda aproveita o tempo para pensar em alguma coisa mais interessante.

A pegadinha nisso tudo, é que criar novos hábitos não é tão simples, principalmente se esses novos hábitos vão contra algum hábito que já esteja instalado há muito tempo na sua vida. E esse é um dos motivos porque tantas decisões de final de ano acabam ficando no mundo da imaginação e não se concretizam. Do ponto de vista do cérebro, um hábito instalado é como se fosse uma estrada bem asfaltada, e criar um novo hábito é como começar abrir uma picada no meio do mato. Mesmo que valha muito a pena usar esse novo caminho, porque teoricamente ele vai te levar para um lugar melhor, construir esse novo caminho vai requerer muito mais energia do que simplesmente passar pela estrada pronta, que já está lá só esperando para ser usada.

E é por isso, que depois de algum tempo, a maioria das pessoas acaba retornando aos velhos hábitos. Literalmente, requer muito menos energia mental da gente voltar aos velhos padrões, do que insistir em uma coisa nova. Mas nem tudo está perdido! A ciência mostra que é possível sim criar novos hábitos, desde que você use uma dose suficiente de força de vontade por um tempo suficiente para isso acontecer.

O que acontece é que a força de vontade é um recurso finito, e como todo recurso finito, se você não usar esse recurso de forma estratégica ele vai acabar. E geralmente ele vai acabar no momento em que você mais precisa dele.

E que estratégia seria essa? A estratégia é novamente super simples, só que normalmente ela é subestimada pelas pessoas que de repente tentam mudar alguma coisa na vida delas. A ideia é mudar somente um hábito de cada vez. Normalmente as pessoas tem esses surtos de mudanças, que são muitos fortes nos períodos de virada de ano, mas podem acontecer em outras épocas da vida também. Então, resolvem mudar tudo: dieta, exercícios, estudo, leitura, línguas e o que mais estiver parecendo errado ou faltando na vida delas. E aí é que está o grande erro de estratégia, a quantidade de força de vontade para mudar um único hábito já é enorme, agora você imagina para mudar tudo de uma vez.

Resultado: em poucos dias, a pobre criatura está esgotada, joga tudo pro alto e volta para sua vida “normal” e não instalou nem um hábito novo, sequer! O pior de tudo isso é a sensação de fracasso que arrasa com a autoestima da pessoa. Então, as dicas que eu te dou para você sair desse beco que tem saída, são as seguintes:

Primeiro: você vai criar um hábito pequeno de cada vez;

Segundo: você vai insistir se concentrar só nesse pequeno hábito por pelo menos trinta dias consecutivos, e eu já explico.

Para começar esse hábito tem que ser pequeno principalmente se esse for o primeiro hábito que você for tentar instalar dessa forma progressiva. A ideia aqui é reduzir ao máximo a resistência à mudança e principalmente reduzir a quantidade de força de vontade que você vai precisar empregar contra essa resistência. Depois de trinta dias esse novo caminho está mais forte e mais claro dentro do seu cérebro, aí você pode escolher um novo habito para cultivar, mas sem se descuidar do primeiro.

O ideal é você construir uma espécie de ritual que é uma sequência de hábitos. Por exemplo: o seu primeiro hábito pode ser ler vinte minutos por dia em um determinado horário. No segundo mês você passa a cultivar o hábito de fazer um mapa mental daquilo que você leu logo depois que você leu. Assim você fortalece o primeiro hábito e cria outro na sequência montando um mini ritual. Aí no terceiro mês você pode adicionar o uso de uma técnica de memorização para estudar o mapa mental que você se habituou a fazer no final da leitura, e assim o seu ritual de estudo vai ficando cada vez mais poderoso, sem que você tenha que fazer, de uma hora para outra, uma revolução na sua vida que é difícil de sustentar.

Uma coisa legal dessa técnica, é que focar num hábito pequeno de cada vez, a cada dia trinta dias, é que ela vai ter obrigar a escolher muito bem o hábito a ser instalado. Já que vai ser um de cada vez você acaba tendo que escolher a dedo o hábito que realmente vai ter mais impacto mais positivo na sua vida. Só não vale pirar na batatinha tentando escolher o hábito perfeito, tá? Isso não existe nem é o mais importante.

O grande segredo oculto nesse método é que você vai estar aos poucos criando o hábito de formar hábitos, e esse sim é o mais poderoso de todos os hábitos. Pensa bem, se você criar um novo hábito de estudo na sua vida a cada trinta dias, em um ano você vai ter instalado doze novos hábitos, que você escolheu e que modelam a sua maneira de aprender do jeito que você decidiu. E por favor não venham me dizer que doze mudanças é muito pouco, que pra você mudar realmente você precisa modificar cinquenta coisas, na verdade um único hábito pode mudar a história de uma vida inteira.

Por exemplo: se você implantar o hábito de ler trinta minutos por dia, no final de um ano você vai ter lido mais ou menos cento e oitenta horas. O aprendizado de dez palavras novas por dia em inglês, pode te colocar quase quatro mil palavras na frente do seu concorrente naquela vaga de emprego, ou naquela pós no exterior.

Agora eu te pergunto: Qual vai ser o primeiro hábito da sua lista? E por que você escolheu esse hábito? Como ele se encaixa nas suas metas para esse ano? Comenta no vídeo lá embaixo, eu quero muito saber por onde você vai começar o ano mais produtivo e mais transformador da sua vida.

Um abraço e até a próxima! 🙂

47 Comentários


  1. Para variar,ótimo video.
    Ana,essa questão da motivação é um ponto chave na questão dos estudos. Quando você falou da recompensa,ou de percerber que estou indo pelo caminho certo. Umas das recompensas que uso é: para cada x horas de estudos,tenho Y minutos para ficar nas redes sociais ou assistir àquela série de que gosto. Não que seja uma coisa paranóica, cronometrada. Mas me disciplino para não ficar procrastinando.
    Nos presentear com pequenos gestos,comemorar nossas pequenas conquistas nos faz atingir nossos objetivos de forma mais saudável.
    Ah,confesso que nunca consegui seguir um quadro de horário por mais de duas semanas. Eu sempre altero as disciplinas e os horários.
    Isso é ruim?

    Abraços

    Responder

  2. Ana, é interessante transferir a discussão motivacional para o terreno do hábito, que não envolve emoções ou estado de espírito. Essa transferência traz “frieza” ao assunto, o que é positivo para aqueles que estão num estado psicológico de poucos recursos.

    Não pense, faça. Até você fazer sem pensar.

    Responder

    1. Gostei!!
      Boa análise.
      É uma espécie de deixe a sua zona de conforto e se desloque.
      Criação de novos hábitos.
      Abraço, Marcelo.

      Responder

  3. Já havia lido, ouvido sobre neurociência, achava legal,mas não ia além de jogos que melhoram a memória , a concentração, a cognição. A fala da Ana é persuasiva, dá uma vontade de experimentar, e chegar lá !
    Já fiz um usuário somente para estudo, e-mail exclusivo para estudo e experimentei ouvir o vídeo novamente com velocidade acelerada. Estou animada!

    Neusa

    Responder

    1. Neusa, faça bom uso destas informações.
      Experimente!!
      Um abraço, Marcelo.

      Responder

  4. Mutio bom o video, me descreveu perfeitamente, a 5 anos resolvi mudar drasticamente minha vida, e retornar aos estudos. Me formei na faculdade, em seguida fiz MBA, varios cursos dentre eles Life Coaching, estou a 3 meses do final de outro curso Pós MBA, participo ativamente de palestras, congressos, e este mês entrego um artigo para um livro como coautora etc. Estou tentando me aperfeiçoar em coaching, num curso on line, porém como resolvi fazer inumeras coisas de uma só vez, agora me sinto perdida e necessito urgentemente criar novos hábitos de estudos e atitudes. Adorei o video e estarei acompanhando. Obrigada e abraços

    Responder

    1. Adriane, legal vc ter compartilhado com a gente um trecho da sua vida acadêmica.
      Abraço, Marcelo.

      Responder

  5. Minha principal meta para 2015 é Ser aprovada no vestibular. Quero estudar Engenharia Química na UFMG e para isso preciso ir bem no ENEM. O primeiro hábito que instalarei na minha rotina é mensurar meus desempenhos principalmente quanto ao ritmo de leitura.

    Responder

    1. A vontade é algo que nos impulsiona.
      Agora é só ficar de olho na rotina para ir ajustando sempre em prol de uma continuidade.
      Abraço, Marcelo.

      Responder

  6. Meu primeiro hábito será organizar meu tempo para ler pelo menos 20 min por dia.

    Responder

    1. Muito bem Luana!
      Já começa a pensar na ideia de se organizar em busca de algo, isso é bom.
      Abraços,
      Marcelo Souza
      Gerente de relacionamento.

      Responder

  7. o meu 1 habito vai ser ler uns trinta minutos a cada dia
    bja

    Responder

    1. Muito bom, Regina!
      Abraço,
      Marcelo Souza
      Gerente de relacionamento.

      Responder

  8. Oi Ana bom dia olha nós aqui outra vez. Bom com que ouvi em sua palestra quero a ter o hábito da concertação e entender o que estou lendo pois quero poder advoga mas para isso preciso tirar minha OAB pois as leis estão sempre ae modificando. Por isso o desejo de concentração. Um abraço.

    Responder

  9. Olá Ana,

    Boa noite!
    Bom conhecer os seus vídeos. Estou iniciando um mestrado e tenho tido dificuldades na sistematização dos conhecimentos encontrados em todos os textos lidos. Os mapas mentais são boas estratégias, mas ainda não consegui compreender toda a sua dinâmica. Ainda estou no primeiro vídeo, vou prosseguir assistindo. Obrigada.
    Renata

    Responder

    1. Oi Renato!
      Prossiga mesmo assistindo aos vídeos até você entender melhor a sua aplicação.
      Até mais,
      Marcelo.

      Responder

  10. Como sempre seus videos são maravilhosos,enriquecedores e estimulantes para todos os aspectos de minha vida.
    Vou seguindo suas dicas estabelecer o primeiro hábito do ano de 2015 que é estudar todos os dias pelo tempo minimo de 02 horas.
    Perseverando e persistindo nesse hábito por 30 dias isso me levará a aprovação em um concurso público inicialmente e posteriormente a outros hábitos

    Responder

    1. Bom dia Rildo!
      Aqui é o Marcelo – gerente de relacionamento.
      Muito obrigado pelo retorno.

      Responder

  11. Ana, gosto muito como você faz o link entre a aprendizagem e o funcionamento do cérebro. Isso nos ajuda a entender nossos processos mentais. Obrigada.

    Responder

    1. Oi Célia!
      Aqui é o Marcelo – gerente de relacionamento.
      Obrigado pelo retorno.
      Essa associação é muito boa mesmo, né!!
      Até,
      Marcelo

      Responder

  12. Iniciarei minha nova rotina começado pela Bíblia sagrada.
    Tracei uma meta para esse ano de ler ela toda e também estou estudado para um concurso dos meus sonhos.
    Comecei estudado duas horas por dias agora já estou indo além desta horas o cansaço e grande pois como todo mundo que é casado e trabalha fora quando chegar em casa tem suas obrigação para fazer mais mesmo assim estou conseguido .Me ausente de algumas tarefas que eu tinha para colocar em pratica esse sonhos em realidade para esse Ano.

    Responder

    1. Que o ano de 2015 seja bastante promissor para você, Mary!
      Cuidar do sagrado também é importante.
      Até mais,
      Marcelo Souza
      Gerente de relacionamento.

      Responder

  13. Oi Ana!
    Adoro seus videos e sua forma de falar deixa tudo menos complicado!
    Meu primeiro habito sera ler as apostilas de estudo, usando o metodo do post it.
    bjs

    Responder

    1. Olá Fernanda!
      Aqui é o Marcelo – gerente de relacionamento.
      Muito obrigado pelos comentários.
      Até logo,
      Marcelo Souza

      Responder

  14. Parabéns pelo blog e pelo vídeo!!
    Foi o primeiro q vi e adorei

    Esse ano me transformarei num concurseiro e meu 1º hábito será acordar cedo e ir para o cursinho!

    Responder

  15. Olá Ana. Que legal suas dicas, acho realmente fantástico e me sinto motivado quando vejo ou ouço suas dicas. Olha, acredito que vou poder crescer muito com suas dicas. Sempre tive dificuldades com aprendizados, ou talvez não me sentia confortável com as formas tradicionais de aprender algo. Minha maior dificuldade talvez seja dar sequencia em algo. Parabéns.

    Responder

  16. O novo hábito que escolhi foi um horário de estudo para o curso EAD Gestão Financeira

    Responder

  17. Então… Ao avaliar o resultado do meu trabalho no último ano e ao pensar quem quais são os requisitos básicos que preciso para realizá-lo da forma como eu gostaria, cheguei à conclusão de que preciso desenvolver melhor três habilidades: memorização/concentração, ritmo e qualidade de leitura e organização do meu tempo. Como sempre, vou escolher a mais urgente, que inclusive vai me dar condições para as outras duas: organização do tempo. E acredito que meu primeiro hábito vai ser construir uma lista de tarefas viável, estabelecendo prioridades e cumprindo as tarefas no prazo ao qual me proponho. Acho até que o primeiro passo será fazer uma lista de tarefas por dia, para ir avaliando a adequação das minhas listas…

    A propósito, excelente vídeo.

    Responder

  18. Show!!! Realmente foi em cima de uma de nossas maiores deficiência: trocar hábitos cômodos por produtivos, principalmente.
    Vou começar pela caminhada, pois é das minhas maiores resistência em dar continuidade.
    Amo ler, isso não é difícil, porém me disciplinar para estudar, principalmente línguas, que seria minha maior necessidade no momento, é até hoje, quase que inviável. Será para daqui um mês.

    Responder

    1. Bom esse estabelecimento de metas que você traz até a gente.
      A caminhada é fundamental para a nossa saúde física e mental. Pense nisso!
      Abraço, Ana.

      Responder

  19. Primeiro hábito:

    Ver um vídeo antigo do MAIS APRENDIZAGEM por dia 🙂
    Adoro os vídeos. Sumarizam o que há de mais interessante e avançado em neurociência aprendizagem e os mais importante: “abrem a cabeça”. Fazem a gente ver as coisas por outro ângulo. Isso é aprendizagem!

    Valeu!!

    Responder

  20. Vou iniciar o hábito de estudar o material que consegui para o próximo concurso da Petrobrás. Valeu pelas dicas!

    Responder

  21. Eu começarei pelo hábito, de ler a Bíblia todos os dias.

    Responder

  22. Ana,
    Antes de mais nada, adorei o novo layout do Blog.
    Quero começar o ano te agradecendo pelos vídeos de dicas que você tem feito: Apesar de ainda não ter tomado coragem para comprar um de seus cursos, estou cada vez mais motivado a fazer um investimento na minha aprendizagem.
    Sou estudante de direito e, mais do que nunca, tenho procurado maneiras para melhorar e intensificar meus estudos. Tenho conseguido alcançar meus objetivos.
    Parte da vitória, eu devo a você.
    Muito Obrigado!

    Responder

    1. Que bom que você gostou do novo layout do blog.
      Imagino que o curso de direito apresenta-se com uma carga considerável de leitura. Muitos livros exigindo também determinada organização desses livros e de suas leituras na perspectiva de absorver/reter/aplicar os conteúdos propostos…
      Legal também é que você relata que já tenha conseguido alcançar seus objetivos, suas metas…
      Abraço, Ana.

      Responder

  23. Começarei por para de fumar e estudar todos os dias durante 365 dias.
    Desejo a todos que estão iniciando o ano com hábitos novos boa sorte e força para que possamos alcançar nossos objetivos.

    Abraço

    Responder

    1. É isso mesmo, Marcell. Novas mudanças de hábitos faz a gente passar a ver as coisas de uma outra maneira, né!!
      Abraço, Ana.

      Responder

  24. Muito bom o vídeo. Principalmente, no início do ano onde precisamos observas técnicas para mudanças. Meu primeiro hábito, será de tornar meu estudo mais eficaz. Obrigado pelas dicas!

    Responder

  25. Olá, Ana!

    Já faz um tempinho que venho assistindo seus videos, e hoje, resolvi parar um pouquinho para deixar aqui nos comentários meu agradecimento a você, pelo bem que seus videos tem me proporcionado. Sua dicas são ótimas e me ajudam bastante. Eu trabalho como educadora infantil, numa creche aqui do município e faço faculdade a distância. Estou de férias e resolvi aproveitar o tempo para colocar as leituras da faculdade em dia e adiantar o que eu puder. Você deve saber que em Pedagogia, a gente estuda muito e tem muitas coisas para ler. Suas dicas estão me ajudando muito. Obrigada!!
    Feliz ano novo!! Estou acompanhando você!!

    Grande beijo!!

    Responder

    1. Fabiana, obrigada e um ótimo ano de 2015 para você também.
      Abraço, Ana.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *