Mapas mentais – O que são?

Os mapas mentais são uma super ferramenta para aprendizagem, mas volta e meia aparece alguém que nunca ouviu falar deles. O vídeo abaixo inaugura uma pequena série em que eu explico o que são os mapas mentais, porque eles são tão poderosos na aprendizagem e como começar a fazê-los. Vamos nessa?

Mapas mentais são diagramas, cuja a construção obedece certo tipo de regras

O Mapa mental sempre começa a ser desenhado pelo elemento central, quando você começa a desenhar seu mapa mental, você sempre deve começar pelo meio da folha, onde vai o assunto principal que você está querendo organizar as informações. Depois de você definir o elemento central você cria ramos, então você começa de um tópico geral e cria outros subtópicos e dos subtópicos outros subtópicos rsrs isso não tem fim, você cria até onde sentir necessidade.

Outra coisa fundamental nos mapas mentais é o uso das palavras chaves, quando você cria seus ramos, você utiliza uma palavra chave para esse ramo, assim o mapa fica mais resumido e te ajuda a ter uma visão global do mapa mental.Para turbinar ainda mais seu mapa mental é legal colorir ele, você pode por exemplo criar um ramo de uma cor, e cada novo segmento desse ramo seguir essa cor e quando for criar outro ramo com outro assunto você utiliza outra cor. É muito legal também usar desenhos e símbolos quando você quer chamar atenção para algum ramo ou tópico.

 

mapa-mental

Quais os grandes diferenciais do Mapa mental

O mapa mental se difere principalmente daquela anotação linear pura, que é quando você pega o caderno e anota tudo o que acha que é importante, ele quebra completamente essa linearidade, pois ele já começa no meio de uma folha e os ramos vão saindo para todos os lados rsrs mas isso tudo dá um grande diferença.

A construção do mapa mental facilita você raciocinar sobre aquilo que você está estudando, ou pelo projeto que está trabalhando, ela estimula também seu raciocínio porque tem um formato radial, onde você vai colocando ramos sem limite. Outra vantagem é quando você está anotando alguma coisa, de repente viu que faltou algo que queria acrescentar algumas páginas atrás, no sistema linear você não tem uma maneira natural de acrescentar essa informação, já no mapa mental se você tem uma informação que é ligada ao primeiro ramo é só você acrescentar uma nova informação, um novo ramo, e fazer isso obedece o fluxo do nosso cérebro, porque se você notar nosso cérebro ele não trabalha de forma linear, ele trabalha de forma até caótica rs as ideias vão aparecendo e você vai tendo que acrescentar uma coisa ali e outra aqui, e o mapa mental é perfeito para te ajudar e te estimular a raciocinar.

Os Mapas Mentais e a Memorização

O mapa mental se diferencia também em relação a memória, por ele ser colorido, ter figuras e ter um formato que não é linear, ele cria uma sensação de novidade, mas afinal, o que tem haver essa sensação de novidade com memorização? Já percebeu quando uma coisa é nova nós sempre prestamos atenção? Isso se deve porque la atrás quando nós eramos homens das cavernas nós tínhamos que estar atentos quando algo era diferente do habitual, então nosso cérebro é preparado para prestar atenção naquilo que ressalta, aquilo que é novo. Outra coisa que ajuda muito na memória e esta presente nos mapas mentais é a criações de associações visuais, com os desenhos, os símbolos, os ramos. A forma que nosso cérebro trata a informação é muito mais visual do que textual, e o ser humano é muito bom em captar informações através da imagem.

A história dos mapas mentais

Esse formato de mapa mental foi criado por um inglês chamado Tony Buzan, ele percebeu ,como professor universitário, que as anotações lineares eram extremamente ineficientes para a aprendizagem em si, então criou uma nova maneira para trabalhar. Ele começou destacando palavras-chaves de anotações lineares, depois ele começou a olhar para os conceitos que estavam destacados e esquecia todo o texto que restava, então ele começou a descobrir relações entre essas palavras-chaves e mesmo assim estava uma bagunça rs, mas foi aí que veio a sacada, ele pegou aquilo que tinha selecionado e desenhou em uma folha diferente com um tópico central e cada ramo sendo detalhado conforme a necessidade.O próximo passo foi adicionar cores e desenhos, se tornando muito parecido com a versão que utilizamos hoje!

 

mapa-mental-2

Mas o professor Tony Buzan ainda precisava ver se os mapas mentais funcionavam de verdade, então ele começou aplicando para ele mesmo, depois para os seus estudantes e depois para crianças com dificuldades de aprendizagem, isso mesmo, os mapas mentais podem ser utilizados até por crianças. Inclusive tenho até uma aluna do meu curso Treinamento am3 que trabalha com crianças que tem dificuldade na produção de textos, e com o uso do mapa mental ela conseguiu ver uma melhora muito grande nos textos das crianças e de forma muito rápida também! Todas essas experiências serviram para aprimorar o mapa mental, até chegar naquelas regrinhas que comentei no começo do artigo. Assim que foi comprovado o sucesso desse sistema ele começou a escrever livros muito legais sobre o assunto.

 

Bom, vou parando por aqui! Em breve envio meu 2°vídeo sobre Mapas Mentais para dar continuidade no assunto, até lá porque você não tenta buscar um livro do Tony Buzan e me fala qual desses livros você gostaria de ver uma resenha aqui no Mais Aprendiagem? Seu comentário vai ser muito importante para mim 🙂

Até a próxima!

77 Comentários


  1. Parabéns! Sou estudante universitário e tenho muita esperança de que este método me ajude! Obrigado.

    Responder

  2. Bom dia Ana, gostei demais do blog, das vídeo aulas, e tudo que tenho aprendido, através do mais aprendizagem, Tenho certeza, que agora com 24 anos de idade, depois de muitos anos, de várias tentativas, ineficazes.
    encontrei a melhor maneira para estudar, que é usando ( Mapas Mentais)
    * pena, eu não ter conhecido, esse método, de estudo antes. Mais nunca é tarde, para aprender!
    * gostaria muito, de ver a resenha do livro: Mapas Mentais – Tony Buzan_ a Capa do livro é azul!
    muito obrigada por tudo!

    Responder

  3. Bom dia Dra. Ana Lopes, parabéns! Quero melhorar minha memória, principalmente a de longo prazo, também gostaria de ver a resenha do livro Mapa Mental, Tony Buzan.

    Ivo Junior.

    Responder

  4. Gostaria de saber como faço para ter acesso a seus curso ensinos ou livros gostaria de memorizar a bíblia.

    Responder

  5. Oi Ana!

    Feliz em saber que Tony têm uma aliada no Brasil. Gostaria de assistir a resenha sobre mapas mentais.

    Beijos e obrigado pela iniciativa!

    Responder

  6. Olá Ana.

    Parabéns pelo excelente conteúdo !

    O mapa mental tem valor no caso de estudo em procedimentos, pelo fato de possuir uma sequência a ser seguida ?

    Desde já agradeço

    Responder

    1. Obrigada, Gustavo. Sim, basta vc seguir o sentido horário dos ramos. Vc também pode numerar os ramos para deixar ainda mais claro que a ordem é importante.

      Responder

  7. Oi, Ana.
    Parabéns pelo site e pela iniciativa, apos uma pesquisa me interessei muito pelo “Memória Brilhante” do Tony Buzan.
    O preço dos livros que vi são bastante acessíveis, possivelmente comprarei, mas esperarei sua resenha primeiro.

    Abraço e mais uma vez parabéns.

    Responder

  8. Oi Xará 🙂
    Então, dei uma pesquisada e fiquei animada com o “Poder da Inteligência Social” do Tony Buzan.
    E o preço nem está tão alto, acho que acabarei comprando rsrsrs
    Mas vou acalmar minha amiga ansiedade rsrsrs

    Abraço!

    Responder

  9. Essa técnica parece ótima. Eu gostaria que fosse resenhado o livro que fala sobre como desenvolver a inteligência.

    Responder

  10. Adorei os vídeos, gostaria da resenha dos seguintes livros…=)
    -Mind Maps for Kids: The Shortcut to Success at School
    – O poder da inteligência Verbal
    – Emotional Intelligence

    Responder

  11. Aprendi a fazer o mapa mental, para poder utiliza-lo em oratória.Mas como surgiu algumas duvidas, entrei no site, que por sinal foi muito eficaz e objetivo, e uma maneira simples de como fazer. Vou tentar utiliza-lo.
    Obrigada.

    Responder

  12. Gostei muito dessa vídeo aula sobre mapas mentais para iniciantes. Estou, nesse momento, tendo os primeiros contatos com essa ferramenta de aprendizagem e já me identifiquei bastante com ela. Obrigado.

    Responder

  13. Olá boa noite

    Gostaria de ideias de como usar mapas mentais para estudar inglês e quais outras ferramentas que poderia usar. Adorei o blog gosto de neurociência e suas aplicabilidades não somente na educação mais na vida em geral como ferramenta de superação.
    Grata

    Responder

    1. Neide, obrigado por acessar o nosso material sobre mapas mentais.
      Abraço, Marcelo.

      Responder

  14. eu gostaria de saber se é possivel usar os mapas mentais com crianças ? e como fazer isso?
    eu queria muito ver uma resenha do livro ” MAPAS MENTAIS – métodos criativos para estimular o raciocínio e usar ao máximo o potencial do seu cérebro de Tony Buzan.

    Responder

    1. Keilla, pode sim… a partir de 8 anos já é possível.
      Vc teria que sentar e fazer junto com a criança.
      Nós estamos preparando um vídeo sobre este tema…aguarde…
      Abraço,Marcelo.

      Responder

  15. gostaria de assistir um video falando ou ensinando a fazer um mapa mental de um livro. e mais um video mostrando como fazer um mapa mental de um plano de curso para ed. fisica. obg.

    Responder

    1. Ricardo vc já assistiu os outros vídeos que estão lá no nosso blog sobre mapas mentais?
      Dê uma olhadinha!!
      Abraço, Marcelo.

      Responder

  16. Olá Ana,
    conheci o seu trabalho há alguns meses e tenho acompanhado as matérias do seu site.
    Suas orientações têm sido essenciais para mudar minha forma de aprender, assim como a confiança de que eu tenho capacidade de reter mais conhecimento.
    Obrigada!
    Agora uma dúvida: quando devo fazer um mapa mental? No decorrer da leitura de um texto, por exemplo, ou quando tiver terminado a leitura do texto. Questiono isso porque a minha leitura é lenta e quando estou desenvolvendo o mapa e lendo o texto ao mesmo tempo a leitura fica muito demorada.

    Responder

    1. Paula, vai depender do tipo de texto. Por exemplo: se o texto for fácil para vc…vc só precisará sublinhar e fazer o mapa no final.
      Abraço, Marcelo.

      Responder

  17. Oi Ana, gostei muito do vídeo. Vou tentar utilizar o método para estudar. Tem como utilizar mapas mentais para estudar e memorizar matemática e raciocínio lógico?

    Abraços.

    Responder

  18. Oi Ana, ouvi um podcast com sua paticipação no englishexperts e aqui estou 😉
    Já estou inscrita e muito feliz de ter conhecido seu site.
    Parabéns pelo seu trabalho e obrigada por compartilhar.
    Ah! Sobre os livros de Tony Buzan, dei uma olhada aqui, e me interessei primeiramente por dois: “Mapas mentais” e “Um cérebro sempre jovem”
    Um abraço e até a próxima 😉

    Responder

    1. Alda, que legal que vc se interessou pelos livros do Buzan.
      Boa leitura!!
      Obrigado por compartilhar com a gente suas impressões.
      Abraço, Marcelo.

      Responder

  19. Ana, gostei muito do videio mapas mentais para iniciantes, acredito que com esse método vou tornar o meu estudo e trabalho muito mais produtivos e prazerosos.

    Essa informação é preciosa, pode ajudar a muitas pessoas a alcançarem seus objetivos e sonhos, muito obrigada por compartilhar conosco seus conhecimentos.

    Bjs.

    Responder

  20. Olá Ana,
    Tenho o livro Use sua mente,interessante a forma como ele explica a trajetória que ele e outros traçaram utilizando o método de mapas mentais.

    Responder

  21. Olá Ana Lopes!

    Fiquei muito interessado no assunto de MAPAS METAIS, pois isso com certeza facilitará o meu aprendizado. Gostaria que fosse resenhado o livro MAPAS MENTAIS- ENRIQUECENDO INTELIGENCIAS.

    Responder

  22. Gostei muito. obrigada por compartilhar. Sempre usei diagramas mas sem nenhuma regra. Pretendo usar mais e recomendar! quanto ao livro do T Buzan, já sei que me interessaria muito por a neurociência relacionada.

    Responder

  23. Oi Ana,
    Admiro muito o seu trabalho e, desde que comecei a assistir seus vídeos e a usar muitas de suas dicas em meus estudos – inclusive os mapas mentais, meu desempenho melhorou muitíssimo. Obrigada.
    Eu gostaria de conhecer melhor o livro Mapas Mentais – Enriquecendo Inteligências.
    Abraços.

    Responder

  24. Que pena meu computador estar com problemas e muito lento, e tb nao ouvir som, mais gostei dA INFORMAÇAO

    Responder

  25. Oi Ana,
    adorei seu vídeo e gostaria de ver a resenhado livro de Tony Buzan
    “O poder da Inteligencia, 10 maneiras para despertar seu gênio natural.”

    Um abração minha querida. 😀

    Responder

  26. Oi Ana. Legal o material de Mapa Mentais. Gostaria de ter informação sobre Mapas Mentais para auxilio no aprendizado de uma língua estrangeira (inglês, espanhol). Na sequencia dos videos irá aparecer alguma “dica”.
    Abs.
    Estevo

    Responder

  27. Grande Ana Lopes, sou seu fã! hehe… Parabéns pelo seu trabalho, estava sentindo falta dessa palhinha sobre mapas mentais porque assim, estará ajudando os marginais(que estão à margem) da sociedade como eu! hehe…
    Este trabalho de ajuda humanitária que você se dispôs a fazer só me motiva ainda mais a levantar uma grana e fazer o seu curso completo porque você merece e eu também! hehe… Beijos e um forte abraço.

    Responder

  28. Olá, Ana. Muito obrigada por compartilhar suas experiências com mapas mentais criando e dispondo gratuitamente os vídeos. Há 3 anos utilizei muito o FreeMind para muitas atividades profissionais, inclusive para escrever a monografia de uma especialização.
    Apesar de informar no vídeo 1 que apresentará em breve esses conteúdos nos próximos vídeos, gostaria de duas informações para que eu possa orientar profissionais que desenvolvem cursos gratuitos de inclusão digital:
    – Qual é o software que você utiliza e quais gratuitos que existem no mercado você indica?
    – Sua apresentação no vídeo foi construída apenas com o software do mapa mental ou você precisou de outro software para exibi-la?
    Agradeço se puder responder.
    Abraço,
    Elisete

    Responder

    1. Elisete, uso o ImindMap.
      Dos gratuitos conforme vc já falou, o FreeMind.
      Sobre a apresentação só usei o ImindMap.
      Abraços.

      Responder

  29. Olá Ana, comecei a acompanhar o site a pouco tempo, estou gostando muito de suas aula, parabéns.
    Quanto ao livro do Tony Buzan que eu mais achei interessante foi “O poder da inteligência criativa”.
    Até a próxima.

    Responder

  30. Excelente aplicando no meu dia a dia essas novas aprendizagens e garanto com exito, muito grata por essa contribuição do mais aprenizagem..

    Responder

  31. Oi Ana,
    O blog ficou ainda melhor. Parabéns pelo aprimoramento contínuo e qualidade primorosa dos seus vídeos.
    Um grande abraço e Sucesso!!
    Lilia

    Responder

  32. Eu gostei muito desse video mapas mentais iniciantes, mas o que eu realmente queria ver era a resenha do livro do tony buzan: Mapas Mentais E Sua Elaboração.
    Muito obrigado.
    Luiz Cesar

    Responder

  33. Adorei a forma como você explica o que são mapas mentais e como usá-los. Pretendo usá-los pra dar aula de arte. E também pra fazer webseminarios.

    Responder

  34. Ana, muito obrigado por mais um vídeo maravilhoso. Eu sou da turma do am3 do final do ano passado e agora vou tentar terminar o curso, estou motivado. Eu gostaria que você fizesse uma resenha do livro “Mapas Mentais” do Tony Buzan. Até mais! 😀

    Responder

  35. Olá, Profa Ana tudo bem?

    Permita-me lhe perguntar: Qual o software que a senhora utilizou para fazer esse vídeo.

    Amplexos,
    Fábio.

    Responder

  36. Oi Ana,

    Você gosta mesmo de Mapas mentais né? hehe. Assim como eu. Não tem como se apaixonar por essa arte. Gostei muito do artigo, bem claro e didático.

    Apesar da ideia ser simples algumas explicações que vi sobre Mapas mentais complicavam muito…

    Abraço,

    Responder

  37. Olá,

    Excelente trabalho 🙂 Seus vídeos são feitos com carinho e transmitem conhecimento inovador.

    Estou usando os mapas mentais e cometia vários erros como não usar desenhos, escrever frases e não palavras-chave, poucas cores, etc.. Após seu vídeo me readaptei 🙂

    *Em relação a uma resenha que eu gostaria de ver, meu voto vai para o Livro “USE SUA MENTE” do Buzan.

    Parabéns, obrigado e abração!!!

    Responder

  38. Adorei, Ana! A partir do seu vídeo, fiquei ainda mais motivada para usar os mapas e tive várias ideias para ajudar meus alunos a elaborarem seus TCC’s. Sabemos que o TCC é uma grande oportunidade para os alunos demonstrarem que estão preparados para produzir conhecimento e não mais, apenas, repeti-los. Tenho certeza que os mapas mentais podem ser muito úteis nesse processo e assim continuarei http://www.facilitandoapesquisa.com.br. Vou recomendar seu trabalho. Grande abraço!

    Responder

    1. Liliane, que bom que você ficou ainda mais motivada e estimulada para fazer uso de mapas mentais.
      Abraços.

      Responder

  39. Oi Ana, uso mapas mentais há pouco tempo, mas já estou confiante quanto a eficácia que eles têm. Eu busco tentar aperfeiçoar o método de criá-los, as vezes fico meio perdido e seus vídeos me ajudam bastante. Comecei usando os mapas para fixar conceitos jurídicos, depois fui expandindo para outras áreas e é algo realmente incrível, na hora da dúvida o desenho aparece na mente. Já aconteceu de eu criar um mapa mental sem desenhar no papel ou software, eu só imaginei ele com os desenhos e cores e consegui memorizar um conceito que eu sempre esquecia.
    Gostaria que fizesse um resumo do livro Memória Brilhante. Tenho uma sugestão também: Seria interessante se você falasse um pouco sobre alguns casos de pessoas que utilizam a memória de maneira excepcional, além de ser um assunto legal é motivante também. Bem..é isso. Até mais!

    Responder

  40. Excelente aula Ana! Através de seus vídeos vc faz este mundo melhor!!! Obrigado pela milésima vez!!!

    Responder

  41. Ana,

    Estou entrando neste mundo do empreendedorismo é as suas vídeo aulas acrescentam um conteúdo valioso.

    Responder

  42. Oi! Estou estudando para concursos públicos e estou animada a utilizar os mapas mentais. Sobre os livros do Tony Buzan, gostaria que você enfatizasse como elaborar e revisar os mapas mentais.

    Responder

    1. Adriana, nós temos um treinamento fechado que trabalha justamente como elaborar mapas mentais.
      No entanto só iremos abrir matrículas o ano que vem.
      Abs.

      Responder

  43. Olá Ana!

    Antes de mais nada, parabéns pelo seu magnifico trabalho! Ele é único, impar na internet!

    Sou relativamente iniciante nos mapas mentais. Já produzi uma quantidade considerável e agora estou com dificuldades em revisá-los. Uso uma regra que vi em seus vídeos que se parece com a curva do esquecimento de Ebbinghaus: 24h – 3 ou 7 dias – 30 dias – 3 ou 6 meses. Tenho tido resultado muito considerável. Minha dúvida ocorre quando vou revisar… basta somente ler o mapa mental? Eu fico “explicando para mim” mas acho que poderia ser mais eficiente que isso.

    Responder

  44. Qual resenha do Tony Buzan?

    Olá Ana,
    Eu quero ver a resenha do livro USE SUA MENTE.
    Obrigado pelo video, estou louco pela próxima edição de “Mapas Mentais”.

    Responder

    1. Rafael, a resenha não está pronta a ideia é que vc sugira um dos livros para fazer a resenha, ok!!
      Abs.

      Responder

  45. Boa tarde Ana,
    Adorei este primeiro vídeo sobre os mapas mentais e gostei tanto que estou inspirada e desejosa de fazer meu trabalho de conclusão de curso em Psicopedagogia sobre este assunto. Fou fazer a pesquisa sobre o livro de Tony Buzan, mas de cara fiquei interessada no trabalho dele com crianças.
    Bom é isso,
    Vou continuar acompanhando os vídeos.
    Obrigada,
    Joana

    Responder

    1. Opa, Joana, que legal!
      Me deixe a par do seu progresso!!
      Temos uma aluna que já usou mapas mentais com crianças, quem sabe vcs não batem um papo? 😉

      Responder

      1. Olá Ana. Adoraria conversar com sua aluna sobre os mapas mentais e como ela ajudou crianças com essa ferramenta de estudos.
        Estou na véspera de um concurso muito importante para mim, pois há 10 anos não havia concursos aqui em São Pedro da Aldeia-RJ. E estou aplicando os mapas em quase tudo e pela primeira vez estou vendo uma real possibilidade de passar e por isso vou fazer também outros concursos. Preciso aprender mais sobre os mapas mentais.
        Estou no módulo 7 da Pós graduação de Psicopedagogia no total de 12 módulos e somente então poderei submeter o meu plano de monografia a avaliação do tutor. Mas quero muito desenvolver o tema dos mapas mentais como ferramenta para auxiliar crianças com dificuldades de aprendizagem.
        Estarei contando para você sobre meu percurso..
        Obrigada por sua atenção,
        Joana Castro

        Responder

    2. otimo mapas mentais mas como voce disse tem que comecar a treinar e fazer a coisa acontecer,sua aula e irradiante como o sol.mas ja mudei a maneira de raciocinar,quer dizer estou entusiasmado com tudo isso.

      Responder

  46. Olá Ana,

    Estou entrando no mundo do empreendedorismo digital agora e percebi que os empreendedores utilizam de forma muito otimizada os mapas mentais para produzir fluxos de pensamento e ideação.
    Estava justamente buscando fontes de informação para me dar suporte científico para utilizar de forma mais racional essa metodologia, e eis que encontrei esse material valioso que compartilhaste conosco!!!!
    Buscarei o Tony Buzan seguramente!
    Obrigado por ter agregado valor ao meu dia!!!

    Gratidão!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *