Encontre motivação planejando seu tempo!

A essa altura, você já deve ter um bocado de metas que você quer alcançar no ano que começa agora. Agora, é hora de encontrar o tempo e fortalecer a motivação para chegar lá!!
Neste vídeo, você vai descobrir como lidar mais produtivamente com o seu tempo, e também aprender um exercício bem prático para você dar um “up” na sua motivação para estudar.

Sem tempo para ver o vídeo? Leia a transcrição 😉

Oi, aqui é a Ana Lopes do Mais Aprendizagem, tudo bem com você?

Eu hoje quero falar sobre o uso do tempo quando precisamos aprender muita coisa, e também darei uma dica sobre como encontrar a motivação para usar o tempo que você tem da forma mais produtiva possível.  Produtividade, aliás, é o tema do próximo treinamento que teremos no Mais Aprendizagem, uma produtividade voltada especificamente para estudantes.

Voltando ao tema do tempo, é até meio clichê dizermos que o tempo é o nosso bem mais precioso, mas acaba sendo mesmo. O fato é que a cada segundo que se passa na nossa vida está perdido para sempre. Você também já deve ter ouvido falar que o tempo é democrático, cada um de nós recebe 24 horas todos os dias para utilizar como quiser. E a verdade é que se quisermos alcançar nossas metas de aprendizagem mais ousadas ou em qualquer outra área da vida, temos que aprender e entender a usar esse tempo de uma forma mais inteligente.

Planejar o uso do seu tempo já é um bom começo. Todo estudante conhece o famoso quadro de horários, no qual você coloca as atividades da semana e define em que hora você vai estudar e o que você vai estudar. Parece simples, mas você não acredita nas maluquices que os alunos fazem quando eles montam esses quadros de horários. Parece que eles são criados por algum E.T. que vivem num planeta onde o dia tem 36 horas de duração. É sério, quando eu dava aulas na universidade, eu orientava alguns alunos de iniciação científica ou trabalho de conclusão de curso, e uma das primeiras coisas que eu pedia a eles era que me trouxessem um quadro de horários. A ideia é que eles apontassem em que horários da semana eles iriam estar dedicados ao trabalho comigo. Vou confessar que era engraçado, normalmente a pessoa vinha com um horário simplesmente irracional. Não tinha hora para dormir, hora para comer, hora para esperar o ônibus, nada! A pessoa terminava o estágio no centro da cidade as 13 horas e tinha aula as 13:30 na universidade, sendo que a universidade ficava a 40 minutos do centro. Almoço? Bobagem! Pra que comer? Não tinha hora para isso nesses quadros de horário.

E ainda tinham aqueles que queriam fazer duas graduações, estágio, iniciação científica, inglês, francês, espanhol, alemão e o TCC. Tudo no mesmo semestre! Eles conseguiam desafiar a física, a biologia, a lógica e principalmente, a minha paciência tudo ao mesmo tempo.

Mas enfim, vamos supor que você saiba fazer um quadro de horários que tenha o mínimo de bom senso, e a partir disso eu vou lhe contar uma coisa: na verdade, não é fácil seguir um quadro de estudos, mesmo quando ele é muito bem elaborado, levando em conta todas as variáveis necessárias. E a razão disso é muito simples. Nós costumamos a superestimar a nossa motivação no longo prazo.

É cientificamente comprovado que é muito difícil para o ser humano estimar a motivação que ele terá para fazer algo que acontecerá amanhã, quem dirá daqui dois meses. Motivação é uma coisa maliciosa, escorregadia. É claro que você já sabe que é muito mais fácil sucumbir à preguiça, à vontade de ver TV, e começar a procrastinar loucamente até a véspera da próxima prova do que manter a motivação em alta.

A boa notícia, é que tem uma biologia atrás da motivação, e nós podemos, com as técnicas certas, manipular essa biologia a nosso favor. A motivação está intimamente relacionada com o mecanismo de recompensa do nosso cérebro, e você pode criar estratégias bem simples para estimular esse organismo, uma das formas de fazer isso é medir o seu progresso, sempre que possível. As maneiras de você medir podem ser as mais variadas, você pode ser bem criativo aqui, o importante é te motivar.

Por exemplo, você pode parar uma vez por semana e verificar quantos itens da sua lista de tarefas para aquela semana você efetivamente terminou. Você pode também anotar quantas páginas de todas suas apostilas ou todos os seus livros você leu no total daquela semana, quantos exercícios você fez, quantos mapas mentais você elaborou, se você tem o hábito de fazer mapas mentais. Aliás, esse é um hábito que eu recomendo mesmo, porque é muito bom!

Enfim, você vai contabilizando suas pequenas vitórias sempre que tiver chance e sempre tendo em mente que elas estão te colocando cada vez mais perto das suas metas.

Agora vem a parte mais importante: COMEMORE! Cada 10 páginas que você avançar, cada exercício que você acertar, cada mapa mental terminado que vai te economizar horas de revisão, faça uma bela comemoração. Não precisa dar uma balada de quatro dias, mas um sorriso pra você mesmo, um tapinha nas costas, ou até uma ida ao cinema com aquele espírito de dever cumprido. Isso faz sempre muito bem para sua motivação e também para a sua alma.

O legal é que essas celebrações repetidas não são boas só na hora em que você celebra o melhor de tudo isso mesmo é que elas vão aos poucos fortalecendo as conexões entre o ato de estudar e os centros de prazer do seu cérebro. E eu nem preciso dizer que essa é uma conexão que você definitivamente quer fortalecer não é mesmo?

Agora, eu quero te sugerir um pequeno exercício: Separe um livro que você precisa ler, nada muito difícil por enquanto. Além do livro você também vai pegar alguns post-its coloridos, ou pedaços de papel mesmo de presente que você corte em pedaços. Agora você vai espalhar esses post-its ou esses papéis entre as páginas dos livros, a cada 10 ou 5 páginas, pode ser no final das sessões para você não ter que parar a leitura no meio e perder o fio da meada. Feito isso você vai sentar em um lugar legal e começar a ler. Agora, toda vez que você virar a folha e achar um papelzinho colorido, você comemora! Depois você continua sua leitura até o próximo papelzinho colorido, e comemore de novo. E quanto mais você vibrar nessa comemoração melhor vai ser. Eu sei que é engraçado, é esquisito, pelo menos no começo. Mesmo assim eu te aconselho a experimentar, você pode fechar a porta do quarto para ficar mais a vontade, mas não deixe de fazer.

Depois de comemorar algumas vezes, eu quero que você volte aqui para contar os resultados, lá embaixo nos comentários: Como você se sentiu em relação a sua motivação? Estou curiosíssima para saber.

Um abraço e até a próxima.

31 Comentários


  1. Sinto que minha motivação é muito baixa, senti muito interesse pelas suas aulas, estou lendo cada um dos post como uma criança em busca de conhecimento.

    Responder

    1. Renato, continue lendo estes materiais.
      Ter conhecimento sobre as coisas nos tornará mais seguro na interação com elas…
      Pense nisso!!
      Abs, Marcelo.

      Responder

  2. Tenhondificuldades de ter constância, quero mudar , o que não é fácil,! Mas quero muito! Ana, você falando parece fácil . Vou continuar! Eu tenho que conseguir! Vencer a procrastinação!

    Responder

    1. Marluce, mudar um hábito já estabelecido/arraigado/internalizado em nós de fato não é algo fácil como também não é algo impossível de ocorrer.
      É como a gente estivesse em um ponto de inércia onde as coisas se encontrassem em uma zona de conforto. Guardando em devidas proporções não existe nada de ruim nisso. No entanto, quando percebemos que como vc mesmo relata…”tenho dificuldade de ter constância…” ai é que entra a questão.
      Bom, se eu preciso ser mais constante, persistir nas coisas que faço…
      Neste momento vejo que é preciso sair da inércia, sair da zona de conforto e seguir em direção a uma outra possibilidade no caso aqui seria ir ao encontro da continuidade…
      Esse processo é doloroso…ele não é totalmente em linha reta…ele possui características de espiral (vai e volta).
      Agora vale a pena fazer a ultrapassagem ou mesmo criar uma zona de desequilíbrio para que possa surgir o que tanto almejamos e procuramos…
      Pense nisso…Tente…
      Este processo depende muito de vc!!
      Abraço, Marcelo

      Responder

  3. Oi Ana, adorei o seu post! Principalmente a ideia do post-it a cada marco para nos lembrar do quão importante é comemorar os avanços durante os estudos.

    Tem um detalhe pequeno que passou despercebido no texto: “todo estudante conhece o famoso de horários” – faltou o “quadro” rs

    Excelente post!
    Um forte abraço,
    Hélio Vogas

    Responder

    1. Hélio, formidável que vc se identificou com o post em geral e de maneira mais particular com a ideia do post-it. Maravilha!!
      Outra coisa…
      Agradeço imensamente o seu gesto e a sua maneira bem peculiar/gentil de abordar uma falta ou uma falha nossa com relação a palavra quadro que ficou faltando no texto do post.
      Obrigado!
      Abraço, Marcelo.
      Gerente de relacionamento.

      Responder

        1. Fico feliz tb em poder interagir com pessoas como vc que por algum momento deslocam seu tempo precioso em prol de uma ação/percepção/sugestão que com certeza trará melhoria nesta nossa caminhada de divulgação/disseminação de informações que sejam de alguma maneira úteis para os internautas.
          Obrigado.
          []s
          Marcelo

          Responder

  4. Ola ana, sua dica é maravilhosa, converso que estava desanoimada p/ recomeçar os estudos.esse video despertou -me muito obrigada.
    obgd regina

    Responder

    1. Excelente!
      Como você mesmo diz…despertei…ótimo.
      Siga em frente…
      Abraço,
      Marcelo Souza
      Gerente de relacionamento.

      Responder

  5. Vc sempre com dicas maravilhosas Ana! Adore o vídeo!!! Se Deus quiser vou me motivar mais esse ano e enfim passar no meu concurso!!!!!!! Parabéns pelo seu trabalho! Vc nos ajuda muito!

    Responder


  6. Preciso muito ser produtiva no curso online, neste 2015…
    Parece q VC vai me ajudar muito…

    Responder

  7. Ótimo vídeo vou fazer minhas metas detalhadas e a relação dos por que depois com certeza contarei minha experiência. Obrigada pela força!

    Responder

  8. Vou começar a fazer isso hj mesmo, tenho uma monografia pra apresentar no meio do ano e estou começando do zero… Será que consigo? Depois te conto o resultado. Abraços e feliz 2015!

    Responder

    1. Faça um planejamento através de metas, isso irá lhe ajudar.
      Abraço, Ana.

      Responder

  9. Muito bom excelente tema é uma extraordinária apresentação. Muito obrigado contribuiu muito pra o meu rendimento.

    Responder

  10. NÃO CONSIGO MAIS ESTUDAR…SATUREI, NÃO TENHO ÂNIMO, FOI DEPOIS DE UM CONCURSO QUE PRESTEI E TINHA MUITAS COISAS ERRADA…DESANIMO TOTAL. AFF

    Responder

    1. Adriana, esse vídeo pode lhe ajudar a pensar através de metas e assim pode deixar desabrochar em você a vontade para as suas realizações.
      Abraço, Ana.

      Responder

  11. Oi, Ana!

    Queria assistir ao primeiro vídeo dessa série (Procrastinação 1), mas não encontrei procurando pelas Tags.
    Você poderia me indicar onde encontrá-lo?
    Obrigada!

    Suely

    Responder

      1. Obrigada, Ana!
        Agora vou assistir aos três, na sequência!
        Deus te abençoe!

        Suely Xavier

        Responder

  12. vou cultivar um hábito “comemorar minha pequenas vitórias”

    Responder

  13. Adoro seus videos e realmente fazem a diferença. Tenho 49 anos e acabei de passar para o terceiro semestre na universidade do curso de tradutor/intérprete. Suas dicas são vitais pra mim. Tenho conseguido alcançar minhas metas de estudos e o reflexo está em minhas notas que são acima de 8,5. Obrigada pelos videos que compartilha. Abraços. Roseli

    Responder

  14. Muito interessante Ana! Me lembrei que o livro que me despertou a “voracidade” pela leitura foi Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva, foi um divisor de águas, lá pelos meus 16 anos ( estou com 45…) Não tenho lido tanto quanto gostaria. Parabéns pelo seu trabalho !!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *