MA #15 – Neurociência e o modelo da mente

Uma das grande sacadas da neurociência moderna foi o desenvolvimento de um modelo da mente simples, porém poderoso para nos auxiliar na compreensão dos processos de aprendizagem.

A questão fundamental abordada aqui é como a informação caminha para o cérebro, desde o mundo exterior até a memória de longo prazo.

Outra coisa importante é entender o papel e as limitações da memória de trabalho.

Vamos ao vídeo?

31 Comentários


  1. Excelentes seus videos, mas faltou nesse um exemplo pratico. Eu, e acho que mais um monte de gente, fixo com mais facilidade com um exemplo, uma maquete, um prototipo. Senti falta de exemplos tambem no video sobre mapa mental para iniciante.

    De resto, parabens pelo trabalho. Eu tambem tenho muita curiosidade sobre o processo de aprendizagem humana.

    Responder

  2. inicialmente eu quero fazer mapa mental em um estudo de um livro que estou lendo: o poder do subconsciente de dr. joseph murphy

    Responder

    1. Marluce, este modelo é usado por neurocientista e não por neurolinguistas. Certo!
      Abraço, Ana.

      Responder

  3. Oi Ana,
    Mais um video fantástico obrigado por compartilhar.

    Minha dúvida é: como descubro o tamanho da minha memoria de trabalho?

    Você coloca nesse vídeo que a memória de trabalho é a mais importante para aprender algo novo, certo? Logo, ter uma memória de trabalho grande é o que todos concurseiros querem.

    Uma memória de trabalho gigante seria é extremamente importante para quem esta estudando para concurso e aprendendo pela primeira vez um assunto ano. Eu, por exemplo, preciso saber quantas horas ou páginas posso me dedicar por dia para estudar, por exemplo, direito administrativo. Como não quero perder tempo estudando direito e não guardando-o em minha memória de longo, preciso saber o máximo que posso assimilar em um dia de estudo e assim otimizar meu tempo.

    Ana, você acredita que seria melhor estudar no máximo 1,5 hora cada matéria por dia. Por exemplo, estudar das 10h às 11:30 direito administrativo, das 11:30 às 13h português e assim sucessivamente? Essa seria a melhor maneira?

    Gratidão.

    Responder

    1. Oi, Rafael.
      O tamanho da memória de trabalho é mais ou menos o mesmo para a maioria das pessoas e infelizmente ainda não há
      formas confiáveis de aumentá-la. O ideal é vc facilitar a transferência para a memória de longo prazo, por meio
      de métodos específicos de retenção/memorização.
      Sim, estudar em períodos mais curtos e mais espaçados normalmente é mais eficiente. 😉
      Abraço,
      Ana

      Responder

      1. Quais os métodos específicos de retenção/memorização vc indica?
        Muito obrigado 🙂

        Responder

          1. Ana,
            Obrigado pela indicação da videoaula “A ciência da retenção”, já havia assistido, porém pela segunda vez foi ainda mais esclarecedor.
            Cheguei a seguinte conclusão, veja se concorda: eu tenho que estudar vários itens de direito administrativo (atos, servidores, responsabilidade civil,etc.), se eu fizer repetições a cada 3 ou 4 dias de um tópico, por exemplos atos adm, estudando-o por 1,5 hora estarei atingindo a meta da repetição espaçada para o tópico especifico (atos adm) e não desgastei minha memoria de trabalho ao estudar depois de 1,5 hora informática, por exemplo.
            O que você acha?


          2. O ideal é q a repetição leve bem menos tempo que a leitura original, RAfael. E que cada repetição leve mais dias para acontecer que a anterior. 😉


  4. Ana, suas aulas são excelente. Aprendemos bastante com você, continue assim e que Deus te abençoe em tudo que fizer.

    Responder

  5. Ana, é possível estudar Biologia com os mapas mentais?
    Muito interessante esta vídeo aula e ver o caminho que a informação percorre até chegar a nossa mente. Obrigada!

    Responder

    1. Gilda, sim!
      Biologia é uma matéria muito boa pois a mesma é bastante ilustrativa.
      Abraço.

      Responder

  6. Ana, é possível estudar Física com os mapas mentais?
    O que fazer com aquela penca de fórmula e procedimentos?
    Desde já, obrigado!!

    Responder

  7. Ana, excelente, muito claro. Grande abraço, Edinar Baía

    Responder

  8. Olá Ana, desde que você “surgiu na minha vida”, tenho ganhado muito com seus esclarecimentos. Mas um problema ainda me persegue, não consigo passar as informações adquiridas mesmo que sejam recentes. Explico melhor…Ex. leio um texto e achei hiper interessante e penso, preciso falar para fulano sobre isso, quando vou falar já esqueci metade das informações e fico muito frustada pois diria que o mas importante eu esqueci. Você teria uma sugestão a me dá?

    Responder

  9. Você tem alguma tecnica pra estudar matematica, alem da forma de fazer exercicios.

    Responder

  10. Prezada Ana:
    Gostaria de saber o seguinte. Quanto tempo de estudo de um livro, ou um vídeo, um filme, essa memoria de curto prazo tolera, para que ocorra a conexão com a memória de longo prazo. Seria aquilo que eu acho que você já informou, ou foi outro guru do mundo digital, que o ideal é estudar um período de 40 a 50 minutos e dar uma parada de 15 minutos e depois retornar?
    Fico no aguardo da resposta e mais uma vez parabéns pela sua clareza na informação e interesse em nos ajudar a crescer cada vez mais.
    Um forte abraço
    Nalberto

    Responder

  11. Nossa Ana! Agora ficou mais fácil compreender o funcionamento da mente, porque quando mergulhamos a fundo em um determinado aprendizado de conteúdo, chega a um limite que ficamos estagnado, e tudo trava geral, então é hora de parar e respeitar o tempo e o limite da nossa mente. Obrigado por lembrar que não somos mentes ilimitáveis e devemos entender e respeitar as nossas capacidades!

    Responder

  12. Ana eu esto me preparando para conclusão de curso esto começando conhecer este método de aprendizagem , que pode me ajuda muito muito obrigado por esta oportunidade ,espero que continue colocando estes vídeo que esta me ajudando muito, um abraço.

    Responder

  13. Ana, muito bom o vídeo, parabéns.
    Quando você comentou sobre a repetição… Surgiu uma duvida!
    Tem ou existe certo numero de repetição que é necessário a fim de guardarmos uma informação em longo prazo?

    Obrigado.

    Responder

    1. Na verdade Freitas, não existe um número exato de quantas vezes você precisa repetir. Normalmente a gente tenta ser pragmático quanto tempo está informação precisa ficar com a gente. Se vou precisar daqui a seis meses vou precisar de mais repetições. Se vou precisar dela só daqui a um mês vou precisar fazer menos repetições, tá.

      Responder

  14. Ana obrigada por suas aulas. São interessantes, objetivas e extremamente úteis para o meu aprimoramento.

    Responder

  15. Ana, suas matérias como sempre são muito relevantes. Sou um assíduo leitor do seu Blog e sempre aprendo bastante.

    Estou iniciando no mundo do Marketing Digital e a avalanche de informações é absurdamente grande. Isso faz uma bagunça enorme na cabeça da gente. As vezes fico perdido completamente.

    Estou tentando organizar os pensamentos e planejar direitinho cada passo. Obrigado pela sua colaboração constante. Forte abraço!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *